Que o fim desse mês leve com ele toda a insegurança, toda a incerteza, toda dor e toda desesperança desses dias. Que possamos acreditar outra vez, olhar para o futuro com positividade, pensar diferente, com mais amor e empatia. Não tem sido fácil, eu sei.

Pra ninguém.

Mas acredite, que a gente não deixe de acreditar. Lute, a gente não pode cansar de lutar. É verdade, não sabemos o que vem pela frente e não podemos controlar o que vem pela frente (isso nunca ficou tão claro como nesse momento que vivemos, não é mesmo?). Mas, podemos, sim, mudar a forma como reagimos as adversidades. A forma como enxergamos o outro. A forma com que vivemos nesse mundo louco. A forma como nos relacionamos, como aproveitamos os momentos felizes e demonstramos nosso carinho por quem nos faz bem.

Que de toda essa dor, nasça mais amor.

Que toda essa insegurança, nasça empatia e dedicação ao próximo.

Que de toda a incerteza venha a certeza de que depende de cada um tornar o seu dia e o dia de quem nos rodeia melhor, seja com as mais simples atitude.

Que esse período seja uma oportunidade de melhorarmos como seres humanos.

Que maio venha com todos os seus desafios.

E que estejamos prontos para enfrenta-los, com coragem, colocando em prática todos os ensinamentos aprendidos em abril.

Continuem se cuidando!

Por Francielle Colpani

COMPARTILHAR